Vídeo: Diário da ortognática – Pós-opertatório

Semana passada postei…

View more

Receita: Ratatouille

Lá em 2007…

View more

Dica de série: Unbreakable Kimmy Schmidt

Ontem foi meu…

View more

Comprei na china: Pincéis de maquiagem

Fazia um bom…

View more

Vídeo: Diário da ortognática – Pós-opertatório

Semana passada postei um vídeo falando sobre o meu pós-operatório, vem conferir:

Espero ter ajudado alguém. Se tiverem alguma dúvida, comentem lá no vídeo que tentarei ajudá-los o máximo que conseguir 🙂

Receita: Ratatouille

Receita: Ratatouille

Lá em 2007 quando o filme Ratatouille foi lançado, eu sempre falei que faria a receita que dá nome ao filme e, agora, nove anos depois, resolvi finalmente “realizar esse sonho” rs.

Conforme os próprios personagens do filme falam, essa é uma receita bem simples, afinal, são legumes ao forno com molho, porém, se você faz o seu próprio molho como o da receita a seguir, acredito que vale muito a pena experimentar. De acordo com o canal Gastronomismo, o molho original é o Piperade, que aparentemente é um molho de pimenta de Espelette. Porém, nessa receita, faremos um molho de tomate um pouco mais simples.

Ingredientes

1 berinjela

1 abobrinha

5 a 8 tomates

1/2 cebola picada

1 dente de alho picado

1/2 xícara de azeite extra virgem

Alecrim

Orégano

Manjericão

Sal

Pimenta

Receita: Ratatouille

Modo de Preparo

Preaqueça o forno a 200° e então corte em rodelas a berinjela, a abobrinha e tomates suficientes para criar camadas alternadas de legumes em um refratário. Na receita original, só pediam 2 tomates para essa etapa, mas acabei usando três e meio.

Corte uma cruz na ponta dos tomates restantes e coloque-os por 1 minuto em água fervente, após retirá-los da agua quente, jogue-os na água gelada para interromper o cozimento. Tire a pele e a semente dos tomates e pique-os.

Em uma panela, adicione o azeite, a cebola e olho até esquentar, então acrescente os tomates picados e refoque-os por 5 minutos e então adicione as ervas aromáticas (alecrim, manjericão e orégano), o sal e a pimenta. Bata tudo no processador ou liquidificador até ficar em consistência de creme, depois volte o molho a panela para apurar até engrossar (1 – 2 minutos).

Em um refratário, coloque uma camada de molho e alterna as rodelas de legumes. Por fim, acrescente sal e pimenta e regue com azeite (pode colocar um pouco de orégano e alecrim por cima também), cubra com papel manteiga e leve ao forno por 40 minutos.

Sirva com o restante do molho.

Se fizer a receita, comente aqui o que achou ou poste nas redes sociais com #bylecca

Dica de série: Unbreakable Kimmy Schmidt

Ontem foi meu primeiro dia de férias e com isso, começa a maratona de séries porque não vou viajar rsrs. A dica da vez é uma comédia daquelas que quando vemos, não tem mais nenhum episódio para assistir e já estamos pedindo por mais.

Unbreakable Kimmy Schmidt é uma série original do Netflix (ou seja, tem tudo por lá) que estreiou em Março de 2015 e tem duas temporadas, totalizando 26 episódios, mas já tem a terceira temporada confirmada.

Dica de série: Unbreakable Kimmy Schmidt

Ao ler o enredo, pode não parecer que a série se trata de uma comédia já que Kimmy, a protagonista de série, passa 15 anos sequestrada por um padre que faz ela e suas companheiras acreditarem que o apocalipse chegou e elas são as únicas sobreviventes.

Dica de série: Unbreakable Kimmy Schmidt

Porém, no primeiro episódio da séries, elas são resgatadas e Kimmy vai para Nova York onde encontra um companheiro de apartamento no meio da Times Square (Titus) e um emprego com de babá para Jacqueline, uma mãe rica do Upper East Side.

Dica de série: Unbreakable Kimmy Schmidt

Apesar da história de Kimmy ter tudo para ser triste, ela não se deixa abalar em nenhum momento, daí o nome Unbreakable (inquebrável). Com muito bom humor e otimismo, ela tenta correr atrás do tempo perdido.

Apesar da série ser focada na Kimmy, os outros não ficam para trás no quesito humor, Jacqueline é uma sátira as mães ricas que as vezes, nem os filhos conhecem, Titus sempre nos arranca uma risada com todo o seu drama e Lily é tão maluca que nos faz perguntar se tem como alguém assim realmente existir.

Dica de série: Unbreakable Kimmy Schmidt

A abertura da série foi feita pela equipe do Songify This! que são conhecidos por transformarem tudo em músicas engraçadas e que grudam na cabeça rs. Abaixo a abertura completa da série:

E também tem o trailer legendado da série:

Não esquece de me contar o que achou da série ou se já conhece alguma parecida, claro que amo conhecer novas séries rs.