By Lecca – Letícia Pontes » Arquivo » Diário da Ortognática – O temido dia

Vídeo: Diário da ortognática – Pós-opertatório

Semana passada postei…

View more

Receita: Ratatouille

Lá em 2007…

View more

Dica de série: Unbreakable Kimmy Schmidt

Ontem foi meu…

View more

Comprei na china: Pincéis de maquiagem

Fazia um bom…

View more

Diário da Ortognática – O temido dia

No post da semana passada, eu contei um pouco sobre o meu pré-operatório da cirurgia ortognática, hoje eu venho contar sobre a véspera e o dia em que eu operei.

Diário da Ortognática – O temido dia

Ás 19 horas do dia 15 de Julho eu ainda não tinha uma respostas do hospital, então eu decidi ligar no convênio e para minha felicidade, fui informada que minha cirurgia tinha sido aprovada! Só para confirmar tudo, liguei no hospital para saber se estava tudo certo e eles me informaram que eu não tinha reserva :O Claro que fiquei desesperadissíma!!!!! Depois de muito falar com uma atendente super simpática, descobri que tinha ligado na unidade errada (hahahaha), então liguei na unidade correta e mais uma vez fui informada que já estava tudo aprovado para o dia seguinte (ufa!).

Cheguei no hospital ás 06:10 com minha mãe e meu namorado, dei entrada e fiquei aguardando o horário marcado. Ás 7 horas fomos chamados por um enfermeiro que nos levou para uma sala onde ele me deu a camisola super fashion do hospital e uma touquinha. Eu me troquei e ele informou que a agora eles iriam ter que esperar na recepção. Acho que esse foi o pior momento, porque até então, eu estava ansiosa, mas não nervosa e logo depois que eles foram embora me deu uma vontade enorme de chorar, mas segurei, porque ninguém merece uma adulta de 21 anos chorando antes de uma cirurgia, né?

Antes de ir para a sala de cirurgia, eu fiquei na sala de recuperação de anestesia para medirem meus batimentos cardíacos, e passar por um especie de entrevista com o anestesista onde ele olhou meus exames de sangue, perguntou se era alérgica a algum medicamento e todas essas outras coisas de pré-cirurgia. Depois disso, fui levada para sala onde ia ser operada onde colocaram o acesso (“caninho” no braço para tomar anestesia e remédios) em mim e logo que a anestesia começou a pingar, juro que não deu um segundo e eu A-P-A-G-U-E-I.

Minha cirurgia durou cerca de 3 horas e claro que eu não lembro de nada, acordei um tempo depois na sala de recuperação da anestesia, onde fiquei um bom tempo até ficar estabilizada e ai subi para o quarto onde logo depois minha irmã e meu namorado chegaram para me visitar. Assim que trouxeram o gelo, já comecei as compressas com pequenos intervalos até a hora de dormir.

O cardápido do tempo que passei no hospital foi:

Janta: um caldo muito ruim de mandioca, gelatina e suco.

Lanche da noite: chá e suco.

Café da manhã: mingau de farinha lactéa.

Almoço: caldo de batata, gelatina e suco.

Passei a noite no hospital com minha mãe e dormi até que bem. No dia seguinte meu cirurguão me liberou por volta das 11:00. Tomei um banho por lá mesmo, almocei meu caldo e vim para casa com minha mãe e meu namorado.

Quando cheguei em casa ainda estava com fome então tomei uma sopa de legumes e frango batida no liquidificador e dormi o resto da tarde. Meu rosto já estava bem inchado, então passei o tempo todo colocando compressas de gelo, tanto que cansava segurar rs.

Eu li muitos blogs em que as pessoas tiveram a boca “amarrada” e acabei comentando com minha dentista que me informou que hoje em dia essa técnica é pouco usada, por isso não tive que passar por esse incômodo.

Espero que tenham gostado e semana que vem volto falando do meu pós-operatório.

Se você tiver alguma dúvida ou quiser compartilhar sua experiência comigo, eu vou amar. Você pode fazer isso nos comentários ou enviando um email para contato@bylecca.com.br.


Comentar

Comentários

Nilda | 22-08-2015 às 16:22 | Responder

Complicado, mas deu tudo certo né?

Letícia Pontes | 22-08-2015 às 23:15 | Responder

Deu sim 🙂

renata | 06-10-2015 às 16:16 | Responder

Vc poderia passar o contato do seu medico???

Letícia Pontes | 06-10-2015 às 17:00 | Responder

Oi Renata! Vou enviar por email, tudo bem?