By Lecca – Letícia Pontes » Arquivo » Diário da ortognática: Segundo mês

Vídeo: Diário da ortognática – Pós-opertatório

Semana passada postei…

View more

Receita: Ratatouille

Lá em 2007…

View more

Dica de série: Unbreakable Kimmy Schmidt

Ontem foi meu…

View more

Comprei na china: Pincéis de maquiagem

Fazia um bom…

View more

Diário da ortognática: Segundo mês

Esse mês tive várias evoluções: meu rosto está praticamente normal, passei a fazer sessões de fono e fiz minha primeira manutenção.

Diário da Ortognática: Segundo mês

Com a ajuda dos exercícios da fono e uma drenagem linfatica facial de vez em quando, meu inchaço já foi quase todo embora.

Por conta da mordida errada, minha língua era muito espalhada na boca e eu falava com a língua meio presa, então eu não podia escapar dos exercícios da fono rs. Eu achava que a fono só ia me ajudar a morder direitinho, posicionar a língua certa, mas é incrível como eu sinto que falar se tornou mais fácil, antes eu travava em várias palavras e agora até estranho quando consigo falar super bem.

Repetia todos os exercícios por 30 segundos na primeira semana e 40 a partir da segunda. Vou tentar explicar cada exercício. Primeiro os de língua:

  • Trrrr – vibrar a língua como se estivesse falando um “R” em grande;
  • Estalo – estalar a língua, tipo a gente fazia quando era criança para imitar o relógio rs;
  • Cima/baixo – encostar a ponta da língua no lábio superior e inferior;
  • Rabo de cachorro – balançar a língua entre uma bochecha e outra bem rápido, que nem um rabinho mesmo;
    Lalala – fica falando lalalalalalala;
  • Colar – colar a língua no céu da boca, como se fosse fazer o estalo do segundo exercício e ficar abrindo e fechando (no meu caso, só comecei a fazer esse na segunda semana).

Esses exercícios me ajudaram bastante na questão da língua presa e também me ajudaram a não morder mais a língua dos ladinhos.

Exercícios para os lábios:

  • Vibrar: que nem a gente faz com bebê brrrrrrrr;
  • Bico e sorriso de boca fechada: é importante manter um ritmo;
  • Peixinho: imitar peixinho, mas sem puxar as bochechas e ficar abrindo e fechando os lábios;
  • Boca de velha: esse eu só comecei a fazer mesmo na terceira semana, porque doía quando eu puxava o lábio superior;
  • Pressionar um lábio no outro.
  • Estes ajudaram no inchaço e na “elasticidade” dos meus lábios.

Exercícios para bochecha:

  • Passar o ar de uma lado para o outro: importante manter os dentes fechados e passar de um lado para o outro;
  • Levantar o rosto: puxar o rosto de baixo para cima.

Comparação do meu rosto antes da cirurgia (acho que exagerei na sobrancelha nesse dia rs) e dois meses depois da cirurgia.

Diário da Ortognática: Segundo mês

Estes sãos os que achei que conseguiria explicar escrevendo, se um dia fizer algum vídeo explicativo, incluo aqui para ilustrar melhor. Eu quis explicar cada exercício para ajudar quem não tem acesso a esse tipo de profissional ou tem curiosidade, mas o melhor é sempre procurar a orientação e um fonoaudiálogo para saber o que é melhor para você e quando você deve fazer. Respeite sempre os seus limites e não insista em exercícios que causem desconforto, converse sempre com o seu cirurgião, seu dentista e, se possível, com um fonoaudiálogo.

Minha primeira manutenção foi na terça‐feira (13/10) e para minha felicidade, só preciso descer o canino esquerdo um pouco e estarei liberada deste sofrimento chamado aparelho ortodôntico haha. Se tudo der muito certo, tiro o aparelho mês que vem (quatro meses depois da cirurgia!).

Diário da Ortognática: Segundo mês

Eu sinto que meu rosto está mais “suave”, que tudo orna, não sei explicar, só sei dizer que me sinto melhor. Tentei fazer uma montagem para comparar o antes e depois do perfil, que é o ângulo que mais da para notar diferença.

Peço desculpa pelas fotos, mas eu não gosto muuuito de ficar tirando selfies rs Então não tenho muitos registros nem de antes, nem de depois.

Bem, este é o meu relato do mês, espero estar ajudando vocês e, caso tenha alguma dúvida,  deixa nos comentários abaixo, vou amar ajudar!


Comentar